As 8 qualidades mais importantes de um bom gestor, líder empresarial e treinador de futebol !

Quais são as qualidades mais importantes de um bom líder?

Uma pergunta simples mas que não é tão fácil de responder. Como você sabe se está à altura das tarefas de um líder empresarial, um bom gestor ou um bom treinador esportivo?

Um líder empresarial forte tem o talento que as pessoas o seguem de boa vontade. Ele tem o poder de fascinar as pessoas, tem o poder da comunicação e equilíbrio emocional, ele sabe ouvir e sabe dizer sim e também dizer não nos momentos certos – ele tem a intelligência emocinal de conquistar e brilhar nos momentos certos, sem tirar o brilho das outras pessoas.

1 – Você tem uma visão ?

Um líder com uma visão tem uma imagem clara dos seus objetivos e como alcançá-los. Mas só isso não é suficiente. Os líderes precisam compartilhar suas ideias uns com os outros. Jack Welch, o ex-CEO da General Electric Co., coloca da seguinte maneira: “Bons líderes criam uma visão, comunicam a visão, perseguem-na com grande ambição e conduzem-na até a sua conclusão. Um bom líder precisa ser capaz de comunicar sua meta de uma forma que os clientes e funcionários acreditem nela. Ele ou ela tem que encontrar palavras claras e apaixonadas e contagiar as pessoas com elas.

2 – Aja em vez de analisar!

Qualquer pessoa que tenha uma visão também deve ser capaz de implementá-la. Um líder não sofre de paralisia da análise, mas subordina tudo à visão. Como líder, você precisa ser capaz de inspirar e mobilizar seus companheiros a acompanhá-lo em seus processos. Seja o motor que impulsiona novas ideias. Se esse motor falhar, todo o projeto fica paralisado. Isso lhe dá uma grande responsabilidade, mas você também pode implementar uma grande quantidade. Não deixe que isso te desencoraje.

Pode ser uma grande experiência implementar seus projetos e ideias próprias, isso gera motivação para agir e uma pequena faísca de repente acende um grande fogo.

Você diria que sempre avança e completa as tarefas com o tempo e a energia necessários?

Um bom dirigente empresarial faz de tudo para dar o próximo passo em direção a uma visão e, portanto, dá um bom exemplo. Desta forma, o líder mostra a sua equipe que o tempo de trabalho não precisa ser cumprido, mas que sempre há oportunidades de se conseguir algo grande.Integridade e justiça.
Uma pessoa íntegra mantém os mesmos valores tanto na sua vida privada como publicamente. Transmite confiança e não deixa seus colegas duvidarem de que sua palavra. Isso significa: ação honesta, reações previsíveis, emoções controladas e nada de acessos de raiva. Um líder com integridade equilibrada é muito mais tangível para os funcionários. Também é importante ser justo aqui. Equidade significa medir consistentemente os outros com o mesmo padrão. Um líder deve ouvir todas as opiniões antes de fazer um julgamento. Ele deve evitar tomar decisões sem os dados necessários.

4 – O elogio é obrigatório.

Seja honesto, você acha fácil elogiar os outros pelo que fazem? E você se descreveria como autoconfiante, e humilde? Esses pontos são absolutamente necessários para se estabelecer como líder empresarial. O que se quer dizer com isso: dar reconhecimento onde é necessário. Sempre se esforce para espalhar o reconhecimento pelo sucesso tão amplamente quanto possível entre seus funcionários. Por outro lado, um bom líder também assume responsabilidade profissional pelos erros. Isso faz com que os colaboradores se sintam seguros e essa medida também une a equipe. Um bom lema: compartilhe a fama pelo sucesso e assuma a culpa pelos erros. Líderes empresariais modestos também reconhecem que não são nem melhores nem piores do que o resto da equipe.
Esses líderes não são excessivamente humildes, mas tentam atrair os outros.

5 – Saber ouvir.

Saber ouvir e estar aberto a novas ideias – mesmo que elas não correspondam necessariamente às formas usuais de pensar. Bons líderes são capazes de aceitar, e aplicar as ideias dos funcionários. A abertura cria respeito mútuo e confiança entre chefe e subordinados. Desta forma, a equipe sempre recebe novas ideias. Você acha que foi o próprio Steve Jobs quem teve as ideias para seus produtos e campanhas? Certamente que não.

6 – A criatividade evita a estagnação.

A capacidade de pensar fora da caixa é importante como chefe quando soluções engenhosas para um problema são necessárias. A criatividade permite que os líderes vejam coisas que os outros não veem. Desta forma, a equipe pode ser conduzida em novas direções. A pergunta mais importante que um chefe pode fazer é: E se …? A pior coisa que um líder pode dizer, entretanto, é: Sei que esta é provavelmente uma pergunta estúpida …

7 – Luz de assertividade.

O seguinte se aplica aqui: Assertividade não é sinônimo de agressividade. Em vez disso, significa a capacidade de expressar claramente o que se espera, a fim de evitar mal-entendidos. Um líder deve ser assertivo para obter os resultados que deseja. Também é importante entender o que os funcionários esperam de seu chefe. Para isso, a autoconfiança refletida e o autocontrole são extremamente importantes. Você não deve agir como um ditador que não transmite nada aos seus empregados exceto: Pedidos, pedidos, pedidos. Alguém tem que definir o tom, não há dúvida sobre isso. Caso contrário, não haverá a estrutura necessária para que os projetos possam funcionar. Mas por favor, sempre com muito respeito.

8 – Senso de humor.

É importante para aliviar a tensão, neutralizar a hostilidade ou romper o tédio. Os líderes eficazes sabem como usar o humor para motivar os funcionários, que não contradiz o trabalho zeloso. Mas pelo contrário. Trabalhar com um gerente bem-humorado é muito mais tranquilo e levará a um maior comprometimento dos colaboradores, pois transmite humanidade. E isso é algo que você, como gerente, nunca deve perder.
E como você se avalia agora? Use os pontos listados acima para se desenvolver ainda mais. Ou, da próxima vez que ocupar uma posição superior, veja se a pessoa à sua frente exibe algumas dessas qualidades. Certamente isso não fica imediatamente aparente em uma conversa, mas manter os pontos em mente pode conduzir a conversa para a direção apropriada.

5 pilares da inteligência emocional em um líder.

Inteligência emocional é a capacidade de reconhecer e gerenciar suas próprias emoções e as dos outros.

“Até que você torne o inconsciente consciente, ele guiará sua vida e você o chamará de destino.”

– CG Jung

Existem 5 elementos-chave que revelam a inteligência emocional de uma pessoa.

1 – Autoconsciência: este é o cerne da inteligência emocional. É mais fácil aceitar feedback quando você está ciente de seus próprios erros. Você também entende as consequências de suas ações e qual a sua função no local de trabalho.

2 – Empatia: compreender uma situação da perspectiva de outra pessoa é a chave para evitar conflitos. Pessoas empáticas podem reconhecer quando algo está errado com um colega e ajudá-los a lidar com uma situação difícil.

3 – Auto-regulação: Emoções fortes podem inspirar um ótimo trabalho, mas também é importante saber quando suas emoções estão atrapalhando o processo. A capacidade de autorregulação significa que você pode dar um passo para trás e se acalmar.

4 – Motivação: Pessoas emocionalmente inteligentes são motivadas por metas e marcos que elas definem para si mesmas. Eles não são facilmente derrotados e mantêm uma atitude positiva quando confrontados com o fracasso.

5 – Habilidades sociais: Pessoas emocionalmente inteligentes gostam de pessoas. Você faz amigos e trabalha bem em equipes com uma missão comum. A inteligência emocional prevê o sucesso da liderança.