AD10S Dieguito. O Semideus no futebol!

A repercussão da morte e da vida de Maradona

Saudações caros leitores,

AD10S Dieguito. Dos gramados para eternidade!

Discussões sobre quem foi o melhor jogador da história do futebol mundial já vimos diversas vezes, e em sua avassaladora maioria, certamente esteve presente no topo da lista o nome de Diego Armando Maradona.

Considero a história de Maradona uma das trajetórias mais intensas do futebol. Dentro e fora dos gramados. Como disse o Ex-Inter e seleção brasileira, Paulo Roberto Falcão em um vídeo enviado a assessoria da globo: “Maradona foi um semideus do futebol. Com a bola, ele foi um Deus. Sem a bola, foi humano”.

Maradona foi um ídolo de carne e osso. Ele demonstrou que os Deuses sangram. Cheio de defeitos e de perfeitos. 100% fragilidade e 100 % fortaleza. Diego despertou devoção por onde passou.

El Pibe de Oro”, como carinhosamente era conhecido por no início da sua carreira, nos fez acreditar em um herói de verdade. Fez um com que um país de terceiro mundo como à Argentina o enxergasse como um símbolo de alivio e esperança.

Dentro das quatro linhas, sem dúvidas era um gênio. No mundial de 86, ele participou diretamente de 10 dos 14 gols da Albiceleste. Marcou contra a Inglaterra um dos gols mais emblemáticos de um mundial. Em uma arrancada atrás do meio de campo passou pelo time inteiro, incluindo o goleiro, para fazer o gol que abriu as portas para a grande final e por fim conquistar o segundo título mundial para a Argentina.

Neste mesmo jogo contra os ingleses, protagonizou um gol irregular com a mão que entrou pra história.

Como um gol feito com a mão pode ser tão amado?

Esse era Maradona, da genialidade à excessiva malandragem.

Já na Itália, mostrou ao mundo todo seu talento com a bola nos pés. Fez com que a camisa 10 do Napoli fosse aposentada desde sua saída em 1991. Antes de sua chegada ao Napoli, o clube tinha ganhado apenas 3 títulos em 58 anos. Com Maradona, o Napoli ganhou 5 títulos em 7 anos, incluindo seus dois únicos títulos da serie A. Desde que ele saiu, o clube ganhou 5 títulos em 29 anos e nunca mais foi campeão da série A.

Protagonizou inúmeras vezes cenas que ficarão marcadas na memória dos amantes do futebol.

Maradona teve gravíssimos problemas fora de campo. Drogas, mulheres, bebidas, punições, desavenças e muitas polêmicas. Temas que não cabem serem discutidos aqui, mas que provam que ele tinha muitos defeitos como qualquer um de nós.

“Não me importa o que Maradona fez com sua vida, o que me importa é o que ele fez com a nossa”.

Revolucionário, personalidade única, inquieto e sem limites. Viveu tudo intensamente sem pudor. Seus 60 anos de vida sempre serão eternizados na historia do futebol.

Como diria Manu Chao: “Si yo fuera Maradona, viveria como el”.

AD10S Dieguito. Dos gramados para eternidade!

Até a próxima.